Um guia para encarar as entrevistas de emprego de 2013

Imagem Divulgação

Do preparo até os sinais de que suas chances estão naufragando: veja quais os passos para se dar bem nas entrevistas este ano

Se você pretende mudar de emprego em 2013, precisa estar pronto para, mais cedo ou mais tarde, ser chamado para um processo de seleção. Do envio do currículo até a entrevista de emprego há um bom percurso, mas, sem dúvida, este é o momento mais decisivo para a seleção.

É ali que, olhos nos olhos do recrutador, você terá a chance de provar que é digno (ou não) do cargo em questão. Para ajudá-lo nesta empreitada, EXAME.com selecionou uma bateria de reportagens e vídeos com as melhores dicas sobre entrevistas de emprego publicadas no canal (até agora). Confira:

Como se preparar

A postura que você terá na entrevista de emprego pode ser determinante para a contratação. Mas a atitude correta durante a conversa com o recrutador depende do seu preparo anterior e há etapas obrigatórias para isso.

Comece fazendo um mergulho para dentro de si. Isso mesmo. Antes da entrevista, faça um check-up da sua carreira. Defina seus pontos fortes. Liste todos suas conquistas profissionais. Escolha fatos consistentes para elaborar sua marca pessoal. E esteja preparado para vendê-los – de uma maneira honesta e objetiva.

Por outro lado, aparecer na entrevista sem ter a mínima noção sobre os negócios da companhia já é um deslize sério para candidatos a oportunidades juniores. Para quem pleiteia um cargo mais elevado na hierarquia, essa postura vira falta gravíssima.

Mas que com apenas uma boa pesquisa no Google pode ser evitada. A dica é simples, entre no site da empresa e vasculhe-o. Se a empresa é estrangeira, vale ler o review feito por outros funcionários no site Glassdoor. Sobretudo esteja bem informado sobre os negócios da empresa – com base na leitura de reportagens sobre o assunto.

Uma boa estratégia para checar se você está pronto para a entrevista é responder às perguntas que mais aparecem nesta etapa, segundo recrutadores entrevistados por EXAME.com (ou as mais bizarras). Mas atenção para não chegar na entrevista com respostas clichês na ponta da língua.

Adeque seu guarda-roupa

A dúvida sobre qual roupa vestir no dia da entrevista de emprego assola o mais tranquilo dos candidatos. E o tema é importante. Afinal, a roupa importa sim para compor sua imagem profissional. A dica de ouro, neste caso, segundo especialistas é seguir o dress code da empresa em questão. Por exemplo, raramente cabe ir vestido de terno e gravata para uma entrevista no Google, como mostra um dos vídeos de carreira.

Mas, tanto em empresas mais informais quanto nas mais conservadoras, há alguns itens que devem ser limados do guarda-roupa de entrevista como decotes ou peças que você usaria tranquilamente em uma balada.

Seja autêntico

De nada vale todo preparo se na hora da entrevista, se você optar por uma mentira ou omissão para tornar seu passe mais valioso. E, apesar de óbvio, a verdade é o fator que mais encantar um recrutador. Por isso, não floreie os fatos. Nem se valha de clichês ou frases prontas para cativar o recrutador.

Antes, valha-se de dados e fatos que mostrem sua evolução na carreira até agora. Para mostrar isso de um jeito claro, esteja atento aos principais erros de comunicação na entrevista de emprego como usar as pausas como muletas, falar em um ritmo que não é natural ou ser formal ou informal ao extremo

Mantenha um diálogo, sempre

Está com os dias contados aquela cena clássica do recrutador metralhando uma multidão de perguntas enquanto o candidato apenas responde. Agora, a entrevista de emprego se assemelha mais com um diálogo do que com uma inquisição. Por isso, é essencial estar pronto para também “entrevistar o recrutador”.

E se o recrutador começar a falar em inglês?

A regra básica para não dar vexame na entrevista de emprego em inglês? Não superestimar seus dotes linguísticos. Deixe que o recrutador avalie se você fala bem ou não o outro idioma. Fique atento aos tempos verbais (principal calcanhar de Aquiles dos candidatos) e jamais pense em traduções ao pé da letra. Se não conhece a expressão inglês, explique o que você quer dizer sem usar o termo. E, principalmente, não se pressione a ter um sotaque como de Hollywood.

Fique atento aos sinais

É essencial estar atento aos sinais de que suas chances na entrevista de emprego estão naufragando. Criar estratégias rápidas para cativar o interesse do recrutador (caso ele esteja numa maratona para acabar com a entrevista), lidar com as emoções descompassados com o momento ou consertar um erro pode ser decisivo para mudar a sua sina naquele processo de seleção.

Via: Exame

Clube do RH

O Clube do RH surgiu das necessidades e desejos de um grupo de profissionais de Recursos Humanos que sentiam a necessidade de falar de gente, entender gente e desenvolver gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Pin It on Pinterest