Tenha esta habilidade, diz professor da The School of Life

cover

Em bate-papo realizado pelo Na Prática, o jornalista David Baker, co-fundador da Wired e professor da The School of Life, que tem cursos para desenvolver inteligência emocional, disse que a curiosidade é a competência que traz mais força a alguém. Ele a define como a habilidade de “olhar ao redor, investigar, explorar e descobrir novas coisas – não ser monotemático, mas ter interesses diversos”.

Não está claro, diz Baker, que diplomas serão úteis no futuro. “Quase certamente aqueles que nos parecem muito úteis no momento, como Direito ou Medicina, serão tremendamente afetados pela tecnologia no futuro, na medida que robôs façam muitos dos trabalhos para os quais as pessoas estão treinando em Direito ou Medicina”, diz.

Que habilidade o jovem deveria desenvolver hoje?

Baker também falou sobre o que considera que seja o maior desafio para os profissionais no mercado de trabalho do futuro. “É o avanço tecnológico. Computadores estão cada vez melhores e mais rápidos, entrando em profissões que até agora achamos seguras para o futuro – e eles vão destruir essas posições”, diz o professor da The School of Life.

Um ponto importante, de acordo com ele, é que diferentemente do passado em que a tecnologia ao mesmo tempo acabava com profissões e criava outras, novos postos de trabalho não estão surgindo pela via tecnológica. “Isso quer dizer que o futuro do mercado de trabalho é muito mais imprevisível e talvez menor”, diz.

Qual é o maior desafio do mercado de trabalho no futuro?

Com essas mudanças em curso, o que é preciso ser feito para acompanhar o ritmo? Adaptabilidade, segundo Baker, é a chave para os profissionais. “Ninguém deve acreditar que começará uma carreira hoje e que seguirá com ela por 40 ou 50 anos”, diz. E ele aponta a principal vantagem de ser um profissional adaptável.

 

Fonte: Exame.

Clube do RH

O Clube do RH surgiu das necessidades e desejos de um grupo de profissionais de Recursos Humanos que sentiam a necessidade de falar de gente, entender gente e desenvolver gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest