Quer recolocar-se no mercado de trabalho? Motive-se

Por Gilberto Wiesel*

Vivemos em um mundo onde as demissões em massa estão tornando-se rotina. Em um mundo cada vez mais globalizado, estamos vendo constantemente fusões de empresas, aquisições de outras, fechamentos e perda de mercados, e também surgimento de novas empresas e possibilidades.

Está comprovado que a demissão é um dos momentos mais difíceis na vida de um profissional. Ele sente esta perda muitas vezes, como se fosse a de uma pessoa querida da família, e costumeiramente entra até em depressão, sente-se desprestigiado, incompetente, acha que foi passado para traz, enfim, todos os sentimentos negativos que envolvem a situação.

Bem, uma coisa é certa, não dá para ficar chorando pelos cantos o leite derramado. Claro que não vamos ser insanos e dizer que não causa dor, lógico que sim, mas não posso ficar a vida inteira nesta situação. Como sempre, é somente eu que decido o que quero fazer com o que estou passando, se vou encarar como uma derrota ou se vou pensar que pode ser uma grande oportunidade.

Devemos entender primeiramente o que acontece com a maioria dos demitidos logo após a noticia. Segundo consultorias especializadas da área, enfrentamos algumas fases que vão, do momento fatal, até a superação. São elas:

  • Primeira, vem o sentimento de inconformidade e injustiça;
  • Segunda, a pessoa começa a sentir raiva pela empresa e o chefe;
  • Terceira, a insegurança, o medo, o que acontecerá daqui para frente;
  • Quarta, vem a fase da reavaliação da vida e da carreira e tomar atitudes;
  • Quinta, começa a percepção que pode haver boas possibilidades e oportunidades em outros locais;
  • Sexta, já com a motivação e auto-estima em alta, começa a perceber que existe chances de sucesso.

Agora com a auto-estima elevada e acreditando nas potencialidades, o mundo que antes era sombrio e sem chances, começa a se tornar ensolarado e com mais possibilidades. Afinal você vai ser um protagonista ou um coadjuvante deste momento?

Perceba que agora você começa estar em vantagem sobre as demais pessoas, pois, não está mais preso a rotinas diárias, que antes o deixavam muito focado no que estava desenvolvendo e não enxergava o que…

Continue lendo no site da Manager Empregos

Clube do RH

O Clube do RH surgiu das necessidades e desejos de um grupo de profissionais de Recursos Humanos que sentiam a necessidade de falar de gente, entender gente e desenvolver gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest