Qualificação será o diferencial para o Brasil

Brasil

Aproveitará mais e melhor as oportunidades geradas pelos eventos esportivos mundiais, como a Copa do Mundo de 2014, a empresa que investir em pessoal e tiver as melhores equipes. A avaliação é do vice-presidente do conselho de administração da construtora Tecnisa, Carlos Alberto Júlio, feita no 3º Encontro de Oportunidades para as Micro e Pequenas Empresas, promovido pelo Sebrae.

“O divisor de águas de quem vai ganhar dinheiro é quem tiver as melhores pessoas”, disse o executivo. Ele afirmou que os eventos esportivos vão acelerar o processo de desenvolvimento e crescimento econômico pelo qual o país está atravessando, mas é preciso estar preparado para aproveitar as oportunidades.

Henrique Gonzales, Diretor de Recursos Humanos do Comitê Organizador das Olimpíadas de 2016, deu um alerta semelhante durante sua passagem pelo 37º Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas (CONARH). O executivo enfatizou que o Brasil tem agora uma oportunidade única para reafirmar sua imagem perante o mundo e qualificar sua mão de obra. As Olimpíadas, que serão disputadas na cidade do Rio de Janeiro (RJ), devem gerar 4 000 empregos diretos e 35 000 indiretos no mercado brasileiro, e vai recrutar ainda 70 000 voluntários.

 

Fonte: VocêRH

Clube do RH

O Clube do RH surgiu das necessidades e desejos de um grupo de profissionais de Recursos Humanos que sentiam a necessidade de falar de gente, entender gente e desenvolver gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest