Profissionais recorrem ao trabalho temporário para fugir da inadimplência

Imagem Divulgação

O trabalho temporário virou um aliado importante na hora de quitar uma dívida. É o que revela levantamento inédito realizado pela VAGAS Tecnologia, empresa especializada em consultoria e informatização da gestão de processos seletivos. O estudo mostra que de todos os interessados em uma vaga de trabalho temporário neste final de ano, 24% pretendem utilizar a renda conquistada para quitar uma dívida. Desse total de intencionados em saldar débitos, 59% declaram que já estão trabalhando.

O levantamento foi feito por meio da base de currículos cadastrados no portal de carreira vagas.com.br. Dos 716 respondentes, 49% são homens e 51% mulheres. A idade média dos participantes está entre 20 e 30 anos. O site vagas.com.br é controlado pela VAGAS Tecnologia, responsável pela informatização da gestão de processos seletivos de 55 das 100 maiores companhias com atuação no mercado brasileiro, e conta com 65 milhões de currículos cadastrados em bancos exclusivos.

“Até pouco tempo a atividade temporária só despertava o interesse de quem estava desempregado ou quem não tinha uma renda fixa. Por meio desse estudo, percebemos que quem está empregado vê o trabalho de fim de ano como uma boa oportunidade para saldar débitos e fugir da inadimplência”, explica Fernanda Diez, gerente de Relacionamento com Candidatos da VAGAS Tecnologia.

O estudo mostra que, do total de respondentes, 66% pretendem realizar algum trabalho temporário neste final de ano. Entre os objetivos verificados dos que pleiteiam uma vaga temporária, 51% pretendem conseguir uma nova oportunidade de trabalho com a atividade de fim de ano. Há 24% que declaram utilizar a renda para saldar dívidas. Ganhar uma remuneração extra para poupar é intenção de 17% dos consultados. Trocar de emprego a partir da nova chance de trabalho é o desejo de 7%. E 1% disse ter outras intenções com essa atividade.

Do total de respondentes que assumiram utilizar o trabalho temporário para pagar dívidas (24%), somam 59% os que já estão trabalhando e 41% estão desempregados. Desse todo, 54% afirmaram que nunca realizaram uma atividade temporária anteriormente.  “As empresas terão uma excelente oportunidade para recrutar pessoas que estão no mercado de trabalho. Pode ser uma interessante estratégia de atração e seleção de talentos”, conclui Fernanda.

Via: RH.com.br

Clube do RH

O Clube do RH surgiu das necessidades e desejos de um grupo de profissionais de Recursos Humanos que sentiam a necessidade de falar de gente, entender gente e desenvolver gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest