Mulheres temem ampliação da licença maternidade

Um levantamento da Somatório Pesquisa mostra que 60% das mulheres acham que a ampliação da licença maternidade pode prejudicar a contratação. A pesquisa foi realizada entre os dias 3 e 5 de março, com 202 internautas homens e mulheres com idade média de 35 anos. 24% dos entrevistados são pós-graduados, 39% têm nível superior e 37% nível médio de escolaridade.

Dos que afirmaram temer o aumento da licença de 120 para 180 dias (60%), 70% têm entre 40 e 49 anos e 69% são pós-graduados. No entanto, mesmo a maioria afirmando que a ampliação pode ser prejudicial, 82% das mulheres e 68% dos homens se mostraram favoráveis a nova licença. O menor índice de aprovação foi entre os pesquisados com idade de 40 a 49 anos (32%) e os pós-graduados (25%).

O levantamento também avaliou a condição da mulher no mercado. Entre as entrevistadass, 60% responderam já ter presenciado ou vivenciado alguma discriminação ou assédio no trabalho. Sobre a conquista feminina, 99% concordaram que as mulheres têm conquistado mais espaço no mercado. Já quando o assunto é salário, 47% das pesquisadas acham que a remuneração que lhes é oferecida não é compatível àquela paga aos homens.

Fonte: Revista VocêRH

Clube do RH

O Clube do RH surgiu das necessidades e desejos de um grupo de profissionais de Recursos Humanos que sentiam a necessidade de falar de gente, entender gente e desenvolver gente.

Um comentário em “Mulheres temem ampliação da licença maternidade

  • 7 de janeiro de 2011 em 14:58
    Permalink

    Realmente é uma triste preocupação a somar com todos os preconceitos contra as mulheres…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest