Como será o ambiente de trabalho do futuro?

Google Imagens

Projeto vencedor em concurso de design mostra uma previsão do que será relevante no espaço das empresas em menos de uma década

São Paulo – O escritório do futuro se parece menos com um cenário de ficção científica e mais preocupado com a sustentabilidade e o convívio dos funcionários. É o que mostra o projeto vencedor de um concurso no Reino Unido, promovido pelo British Council for Offices and Property Week, e que desafiou arquitetos a desenharem o lugar de trabalho ideal em 2018.

O ambiente de trabalho criado pelos arquitetos do tp bennett foi escolhido pelos jurados, nesta semana, como o melhor escritório de empresa global desenhado para 5 mil funcionários na ilha ficcional Riduna.

O projeto foi inspirado em pesquisa que dizia que dois terços dos funcionários não se sentem bem no ambiente em que trabalham, segundo os arquitetos. O escritório do futuro inclui uma aglomeração de prédios, utilizados para o trabalho e lazer, com praças e pequenas ruas que fazem a ligação entre os edifícios principais e os lugares de encontro e confraternização.

O lazer realmente vai fazer parte do ambiente de trabalho do futuro. Como em uma pequena cidade, haverá biblioteca, local de visitação, cinema e até um pub ou bar. No pub, colegas poderão se encontrar para discutir projetos nas mesas, com direito a bebidas.

Além de ter espaços verdes, os edifícios terão cobertura que manterá a aparência de “cidade antiga” e que também permitirá que a empresa tenha um padrão constante de consumo de energia.

Para as reuniões ocasionais, módulos portáteis poderão servir de abrigo a depender do local e do número de funcionários. A alternativa tonará possível o trabalho até em locais mais distantes, com o controle e participação remota com o escritório, como em frente ao mar.

A internet, como se poderia supor, estará disponível em qualquer ponto da pequena cidade e, para quem estiver sem conexão temporariamente, haverá cabines telefônicas para a função de pontos seguros para conectar os aparelhos móveis ou laptops.

No espaço para palestras e maiores reuniões, por exemplo, será possível a videoconferência em lugares estratégicos na parte superior do recinto com capacidade para 750 pessoas.

 

Fonte: Exame

Clube do RH

O Clube do RH surgiu das necessidades e desejos de um grupo de profissionais de Recursos Humanos que sentiam a necessidade de falar de gente, entender gente e desenvolver gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest