Como manter o foco mesmo trabalhando de casa

Imagem Divulgação

Especialistas afirmam que é preciso estabelecer limites físicos (e mentais) para garantir a produtividade

Programe pausas ao longo do dia, mas evite que sejam intervalos longos

Para os profissionais adeptos do home office, focar pode ser uma tarefa muito complicada. Com filhos ou animais de estimação tentando roubar a atenção e afazeres domésticos, o trabalho fica facilmente em segundo plano.
“As pessoas confundem estar em casa com estar disponível, por isso, é importante impor limites”, afirma a especialista em administração do tempo Andrea Piscitelli. “É quando você observa que é preciso isolar um espaço físico para trabalhar”, explica Minoru Ueda, consultor sênior da Leme Consultoria.

Confira abaixo algumas recomendações dos especialistas para trabalhar com foco em casa.

1. Demarque uma zona de transição

Para Ueda, uma planta ou um quadro pode ser usado para sinalizar o espaço de trabalho. “Tenho um amigo que colocou um quadro com prédios, que lembrava a Avenida Paulista na entrada da sala dele”, diz.

Essa simples atitude ajuda na preparação emocional do profissional antes de chegar “ao trabalho”.

2. Monte seu escritório

É preciso limitar o seu espaço de trabalho. Trabalhar do seu quarto? Péssima ideia. “Sua vida fica misturada com o trabalho”, afirma Andrea. “Para ser produtivo e ter foco é preciso disciplina com a questão do espaço”.

Caso o espaço seja limitado, posicionar uma mesa no canto é uma alternativa, segundo Ueda.

3. Gestão do tempo

Trabalhar de casa com prazos relativamente longos e deixar tudo para última hora não é incomum. “O lado bom e ruim de trabalhar de casa é que ninguém vai pegar no seu pé”, afirma Ueda. Por isso, se a proposta é ter qualidade de vida, o profissional precisa gerenciar suas tarefas, classificando as como urgentes e importantes.

Para ele, cada um tem uma maneira de organizar as demandas, pode ser desde o uso de um post-it a agendar lembretes no celular ou no computador.

Mas para Andrea, respeitar o horário pessoal é essencial. “Você pode se dar ao luxo de acordar mais tarde, mas é preciso dedicação e seguir a agenda de compromissos”, diz. Caso contrário, o tempo passará e o profissional terá a sensação de que não fez nada.

4. Isole as distrações

Televisão e geladeira são distrações que tiram o foco de qualquer profissional; isso sem citar o e-mail, o telefone e as redes sociais. “Se você está no meio do trabalho, foque e evite deixar o e-mail ligado”, ensina Ueda. Avise aos familiares que não quer ser incomodado.

5. Seja seu chefe

Ao focar e realizar o trabalho em um horário determinado, o profissional pode fazer coisas que goste como ir ao cinema e ler livros. “Seja um auto gestor positivo, para que o profissional não se torne um workaholic, é preciso aprender qual o momento de trabalhar e relaxar”, afirma Ueda.

“Paradas e transições são produtivas. Desde que sejam programadas e não sejam longos intervalos, um momento de prazer aumenta a capacidade para focar no trabalho”, explica Andrea.

Via: Exame

Clube do RH

O Clube do RH surgiu das necessidades e desejos de um grupo de profissionais de Recursos Humanos que sentiam a necessidade de falar de gente, entender gente e desenvolver gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest