Como fazer bom uso do décimo terceiro salário

Como fazer bom uso do décimo terceiro salário

Uns esperam o final do ano porque adoram o Natal; o peru ou o pernil, o panetone, a celebração em família, as ruas e casas decoradas, a ceia, os presentes. Outros preferem o ano novo, a festa, a celebração com os amigos, a esperança de um recomeço, os novos planos, a nova vida. Mas, outros gostam mesmo é do décimo terceiro salário. Então, para você que é um trabalhador vajam algumas dicas:

1. Resista ao impulso de sair comprando e consumindo coisas imediatamente após receber seu décimo terceiro. Gastos impulsivos muitas vezes causam arrependimento, assim, deixe o dinheiro em sua conta pelo menos uma semana. Este tempo vai permitir que você pense melhor como vai destinar seu dinheiro e permite que os impulsos mais imediatos se refreiem, Como esta verba é paga em duas parcelas, tente esperar até que ambas sejam recebidas para usar o dinheiro.

2. Se você tem dívidas, concentre o dinheiro do décimo terceiro em se livrar, ou pelo menos amortizá-las. Tenha em mente que os juros são muito elevados e corroem o seu rendimento. Esta é a hora de zerar o cheque especial negativo, quitar aqueles saldos da fatura do cartão de crédito e pagar outros empréstimos com juros elevados.

3. Lembre-se de que você tem um encontro marcado com o amanhã, então não perca esta oportunidade de poupar uma parte de seu dinheiro.

4. Resista a tentação de transformar seu décimo terceiro em novas dívidas. Explico: evite usar este dinheiro para dar entrada em alguma coisa e sair de lá sem ele e ainda com um carnê nas mãos.

Para você que é empresário, outras dicas:

1. Procure antecipar-se a este desembolso fazendo, durante o ano todo, uma reserva mensal para criar um fundo suficiente para o pagamento do décimo terceiro no final do ano;

2. Lembre-se de que o valor a pagar corresponde a 1/12 da remuneração do trabalhador, para cada mês de serviço prestado no ano. A remuneração inclui o salário, as médias de horas extras, as médias de comissões e todos os demais rendimentos pagos ao trabalhador;

3. Fique atento para os prazos: a primeira parcela da gratificação de natal deve ser paga até o final de novembro de cada ano, ou junto com as férias do trabalhador. Já a segunda parcela deve ser quitada até o dia 20 de dezembro.

 

Fonte: RH Central

Clube do RH

O Clube do RH surgiu das necessidades e desejos de um grupo de profissionais de Recursos Humanos que sentiam a necessidade de falar de gente, entender gente e desenvolver gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest