As atitudes que mais irritam os recrutadores

Especialista revela o que candidatos a oportunidades de emprego fazem que deixa os recrutadores mais frustrados

Imagem Divulgação

A desonestidade é uma das atitudes que mais deixam os recrutadores frustrados, segundo especialista

Deixar um recrutador frustrado é, sem dúvida, um tiro no pé. Mesmo que a oportunidade profissional em questão não seja das mais atraentes, irritar o responsável pelo processo seletivo vai, sem dúvida, deixar o seu currículo de fora de futuras seleções. E, ser “limado” de antemão pode fazer com que você perca a chance de garantir posições interessantes para a sua carreira.

Mas, quais são as atitudes que podem fazer com que você entre para a “lista negra” de um recrutador? Para tentar responder a esta pergunta,  foi consultada Fabiane Cardoso, coordenadora de qualidade da Adecco. Confira quais são as três piores atitudes de um candidato durante o processo de seleção:

1 Mentiras e omissões

Identificar traços de desonestidade em um candidato é, na opinião de Fabiane, um dos aspectos mais frustrantes para o recrutador que selecionou o profissional para a entrevista de emprego. “Atrapalha muito o processo de seleção”, diz Fabiane.

E, por incrível que pareça, tem gente que ainda “escorrega” nesta parte, segundo a especialista. “Muitos candidatos omitem dados importantes de sua trajetória ou mentem sobre competências e experiências no currículo. Quando chega a hora da entrevista é que o recrutador percebe que não é bem assim”, diz.

Colocar umas competências a mais no currículo apenas com o objetivo de fisgar o recrutador vai se voltar contra você na etapa de entrevistas. Lembre-se de que a verdade é o aspecto mais valorizado pelos recrutadores e qualquer deslize nesse campo é fatal.

2 Falta de comprometimento

Mercado de trabalho aquecido e grande oferta de oportunidades profissionais têm levado candidatos a faltarem com o comprometimento com os recrutadores, na opinião de Fabiane.

“Os candidatos estão participando de muitos processos seletivos ao mesmo tempo por conta do aquecimento do mercado. Isso faz com que muitas vezes desistam de participar de alguns sem dar satisfação aos recrutadores”, diz Fabiane.

De acordo com a especialista, faltar a entrevistas com gestores – ou a outras etapas do processo de seleção profissional – tem sido uma prática tão inadequada quanto frequente. “Tem acontecido muito e em todas as etapas e frustra muito os recrutadores”, diz.

Ter outra proposta mais interessante em vista pode fazer com que você desista de participar de uma seleção, mas nada o impede de dar satisfação ao recrutador. Não se esqueça de que manter um bom relacionamento é essencial para ser lembrado pelo recrutador em outra oportunidade que pode ser interessante para você.

3 Insistir em relação ao retorno

É certo que as duas situações citadas e outras inúmeras variáveis podem atrasar o processo de seleção. Por isso, nem sempre o recrutador consegue dar o retorno no tempo combinado com os candidatos.

E, ficar ligando insistentemente não vai acelerar o processo. Ao contrário, de acordo com Fabiane, esta também é uma atitude que irrita os recrutadores. “Não é bem visto e pode fazer com que o candidato perca pontos”.

Não teve retorno na data prevista? “O que gente pede é que os candidatos tenham mais paciência”, diz Fabiane. Ligue no máximo uma vez e aguarde, assim você não toma o tempo do recrutador, nem dá a impressão de estar a beira de um ataque de ansiedade.

Via: Exame

Clube do RH

O Clube do RH surgiu das necessidades e desejos de um grupo de profissionais de Recursos Humanos que sentiam a necessidade de falar de gente, entender gente e desenvolver gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest