A melhor forma de destacar suas competências profissionais

img-clubedorh
Google Images

No mundo do trabalho não basta ser, é preciso também parecer que é. Por isso, a maneira como você se apresenta ao mercado é tão importante quanto os resultados colhidos ao longo da sua trajetória profissional.

Érica Isomura, especialista em Recursos Humanos na VAGAS.com, diz que é justamente na apresentação que muitos candidatos perdem pontos e, consequentemente, oportunidades de carreira. Para ela, o problema principal é a falta equilíbrio: “ou se vendem demais ou escondem habilidades”, diz.

Veja alguns conselhos da especialista para destacar habilidades no currículo e também na entrevista de emprego:

 

Currículo

O trecho que merece mais atenção na hora de destacar suas competências é o resumo de qualificações. “É um resumo do que você tem a oferecer como profissional”, diz Érica.

O desafio é ser objetivo, claro e conciso, em, no máximo, 10 linhas. A dica é escolher quatro ou cinco itens que explicitem aquilo em que você é competente.

Exemplos de projetos que deram bons resultados, experiência internacional (se for relevante para a posição desejada) e as principais habilidades entram nesse resumo.

As principais armadilhas, segundo Érica, são os adjetivos. Não perca espaço com o uso de termos como: proativo, cooperativo, orientado a resultados. Prefira dar exemplos práticos que levem o recrutador a tirar conclusões sobre você. E, claro, nunca minta no currículo.

 

Entrevista de Emprego

A entrevista é a segunda e decisiva etapa que um candidato tem para apresentar suas qualificações. Na hora de encarar o recrutador, resultados alcançados na carreira devem estar na “ponta da língua”, segundo Érica. Mas, não faça da entrevista um monólogo, repleto de detalhes técnicos.

Por outro lado, objetividade em excesso pode acarretar na omissão de passagens importantes na sua vida profissional. Valorize o tempo, de modo a destacar habilidades que, de fato, sejam relevantes para aquela posição.

Um dos conselhos da especialista é prestar atenção às reações do recrutador. “O candidato deve perguntar se está sendo claro e perceber se o seu entrevistador está acompanhando a sua fala”, diz. Ele acena a cabeça ou boceja?

 

Fonte: Exame

Clube do RH

O Clube do RH surgiu das necessidades e desejos de um grupo de profissionais de Recursos Humanos que sentiam a necessidade de falar de gente, entender gente e desenvolver gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest