5 razões para levar seu estágio mais a sério

Imagem Divulgação

A ideia de que o estagiário nada mais é do que mão-de-obra barata mudou. E com ela, deve mudar também a maneira como os jovens deveriam encarar estes primeiros passos profissionais.

Com o desafio de reter bons profissionais em seus quadros de funcionários, as empresas têm enxergado nos programas de estágio a porta de entrada para jovens talentos e, por isso, têm investido mais neles. O crescimento no número de oportunidades neste ano explica este interesse.

De acordo com dados da Cia de Talentos, no ano passado, foram abertas 2.372 oportunidades para estagiários, sendo 1.808 vagas por meio de programas de estágio e 564 por meio de processos seletivos pontuais.

Neste ano, já foram criadas 2.740 oportunidades em programas de estágio e 519 vagas em seleções pontuais, chegando-se a um total de 3.259. O crescimento já é da ordem de 37%, faltando ainda pouco menos de 2 meses para o fim do ano.

Além da alta no número de oportunidades, confira outras razões, de acordo com Sandra Cabral, diretora de negócios do Grupo DMRH, para você levar o seu estágio mais a sério:

1 Os programas estão mais estruturados

“As empresas estão cuidando mais do estágio e oferecendo aos jovens programas com treinamentos que extrapolam a questão técnica”, diz Sandra.

Segundo ela, além da questão prática, o desenvolvimento comportamental ganhou destaque. “Estão investindo em coaching, por exemplo”, diz Sandra.

Grupos de aprendizado, programas de mentoring, assessment e e-learning também são algumas inciativas identificadas pela Cia de Talentos e usadas pelas empresas acelerar o desenvolvimento dos jovens profissionais.

“Hoje já se sabe que o estagiário quer contribuir para a empresa e quer aprender também. Ele entra com a sua contribuição e espera a contrapartida da empresa que é o aprendizado”, diz Sandra.

2 A formação é vista como diferencial

Passar por um programa de estágio estruturado que proporcione além de qualificação técnica, capacitações comportamentais é uma questão importante que deve ser levada em conta pelo jovem, na opinião da especialista.

“É uma oportunidade de entrar na organização de forma mais assistida e começar a ter uma formação que pode ser um diferencial lá na frente”, diz Sandra.

Na BRQ IT Services, do ramo de tecnologia da informação, que está com inscrições abertas para o Programa de Estágio, os selecionados passam por capacitação técnica e treinamentos comportamentais, antes mesmo de começarem a estagiar na empresa.

A experiência e o aprendizado proporcionado pela participação em um programa de estágio pode ajudá-lo a conseguir outras oportunidades de trabalho, seja estágio ou mesmo vagas efetivas após a conclusão de graduação.

3 Há mais chances de efetivação

O fantasma da efetivação, que assombrava muitos estagiários, não é mais tão assustador assim. Se as empresas estão investindo mais nos estagiários, sem dúvida, não querem perdê-los após toda essa maratona de formação e qualificação.

Por isso, as chances de um estagiário continuar na empresa após conquistar o diploma cresceram, diz Sandra. “As empresas hoje em dia estão mais preocupadas em manter esse profissional que está sendo desenvolvido”, explica a especialista.

Na Danone, por exemplo, o estagiário passa por um processo de integração para que possa conhecer a empresa e o seu papel dentro dela. Durante o estágio, o participante é preparado para crescer dentro da empresa e, no futuro, assumir uma posição de destaque na organização. Ou seja, o programa tem o objetivo de terminar com a efetivação do estagiário.

4 Chance de começar na carreira com o “pé direito”

Ter sucesso em um programa de estágio é o primeiro passo de uma carreira vitoriosa, lembra Sandra. “A entrada no mundo corporativo pressupõe o início da construção da imagem profissional e o estagiário precisa levar essa questão a sério”, diz a especialista.

A pergunta que precisa ser respondida, segundo Sandra, é: “como quer ser lembrado nos lugares pelos quais você passou?” Se você quer marcar sua presença na empresa com o seu comprometimento comece a prestar atenção à postura como estagiário. Lembre-se que um ex-chefe pode ser alguém que vai fornecer sua referência a um potencial empregador.

5 Oportunidade de criar rede de relacionamentos

Uma das dificuldades de profissional em início de carreira é justamente o networking. Sem experiência a agenda de contatos é ainda bastante diminuta.

Por isso, participar de programas de estágio é grande chance de começar a investir na rede de relacionamentos profissionais ainda matriculado na faculdade. “O estagiário cria uma rede de relacionamentos dentro da empresa, e hoje o mercado funciona com essas redes”, diz.

Via: Exame

Clube do RH

O Clube do RH surgiu das necessidades e desejos de um grupo de profissionais de Recursos Humanos que sentiam a necessidade de falar de gente, entender gente e desenvolver gente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest